Risk warning: Seu capital está em risco. A Exinity Limited é regulada pela FSC.
Risk warning: Seu capital está em risco. A Exinity Limited é regulada pela FSC.

A maioria das pessoas sabe o que são criptomoedas?

Resposta rápida: não.

  • 60.4% das pessoas não entendem o que são criptomoedas.
  • Entrevistamos 1000 pessoas dos EUA para descobrir quantos consumidores em uma das maiores economias do mundo entendem realmente o que são criptomoedas. Os resultados mostraram que dois terços não sabem, com apenas um terço das pessoas dizendo que entendem o que são criptomoedas.
  • A maioria dos entrevistados que disseram entender o que são criptomoedas eram do sexo masculino (59,1%).

CriptomoedaNúmero médio de
pesquisas mensais
(em todo o mundo)
Bitcoin4.977.598
XRP (Ripple)673.000
Litecoin368.000
Ethereum301.481
Bitcoin Cash1.333.571

Qual país pesquisa

mais por diferentes tipos de criptomoedas?

O país que pesquisa com mais frequência todos os tipos de criptomoedas é o EUA.
Analisamos os dados do volume de pesquisa de 10 dos países mais populosos do mundo para descobrir quais tipos de criptomoedas são mais pesquisadas.
Os gráficos abaixo mostram o volume de pesquisa para cada tipo de criptomoeda de vários países.
O número no eixo vertical se refere ao número médio de pesquisas por mês feitas para cada palavra-chave específica no ano passado.

Como você pode ver, o país que mais procura por "Bitcoin" são os Estados Unidos, com uma média de 1,2 milhão de pesquisas sendo feitas para o termo todos os meses. O próximo número mais alto de pesquisas por Bitcoin vem do Brasil, com quase meio milhão de pesquisas sendo feitas por mês. A Alemanha fica perto, com 370.000 pesquisas mensais por Bitcoin.

Em seguida, focamos nas pesquisas por "XRP" (também conhecida como Ripple). Novamente, o país com o maior número de pesquisas é os EUA, com uma média de cerca de 17.000 pesquisas para o termo todos os meses. O interesse do Japão em XRP também parece ser significativo, com 6.600 pesquisas mensais.

Mais pesquisas por "Litecoin" vieram consideravelmente dos EUA do que de qualquer outro país envolvido em nosso estudo, com o número médio de pesquisas mensais nos Estados totalizando mais de 200.000. Foram feitas significativamente menos pesquisas por esse termo do que pelos outros tipos de criptomoeda, com 14.800 pesquisas no Brasil e apenas 12.100 na Índia.

O volume de pesquisa para outro tipo de criptomoeda, o "Ethereum", vem principalmente dos EUA, com 74.000 pesquisas feitas a cada mês. Curiosamente, as pessoas na Índia parecem procurar o "Ethereum" com bastante frequência também, com 27.100 pesquisas por mês.

O Bitcoin Cash é um dos tipos menos populares de Criptomoeda nesta lista. Assim como nas moedas acima, os EUA representam a esmagadora maioria (43.214) das pesquisas feitas por "Bitcoin cash" a cada mês.

Mas, por que o Bitcoin é tão popular?

Uma das descobertas mais óbvias desta pesquisa foi a popularidade do Bitcoin e o crescente interesse da população por essa forma de criptomoeda.

Mas por que tantas pessoas estão interessadas no Bitcoin em comparação com outros tipos de moeda?

Para descobrir, perguntamos a Bobby Ong, cofundador do site de avaliação de criptomoedas CoinGecko e curador do newsletter sobre criptomoedas, Altcoin, semanalmente.

“Ela [o Bitcoin] é a primeira criptomoeda descentralizada e tem o maior efeito de rede”, diz Bobby.
“A primeira altcoin, o Ripple (XRP), foi lançada apenas dois anos após a criação do Bitcoin, que é uma das muitas razões pelas quais todas as outras criptomoedas não são tão populares ou valiosas quando comparadas ao Bitcoin.
O Bitcoin também é, praticamente, a moeda de reserva de fato para todas as criptomoedas, aumentando ainda mais seu valor. ”

Notas sobre nossa pesquisa

Há algumas ressalvas importantes a serem observadas em nossas pesquisas. A primeira delas é o significado por trás dos termos de pesquisa que investigamos. É possível que o objetivo de algumas das pesquisas nos dados que coletamos não tenha sido relacionado a criptomoedas, já que os nomes de algumas criptomoedas podem se sobrepor a intenções de pesquisa não relacionadas.

Também é importante observar que há vários pontos nesta pesquisa que não foram levados em consideração.

Eles incluem:

  • 1A população de cada país
  • 2A população desses países com acesso a Internet
  • 3Se o Google é ou não o principal mecanismo de pesquisa usado em cada país específico

Excluímos o Irã deste estudo, pois os dados de volume de pesquisa da população não estão disponíveis no momento. Além disso, deve-se observar que o Google não é o principal mecanismo de pesquisa da China e, infelizmente, não conseguimos obter os dados do Baidu, o principal mecanismo de pesquisa. Portanto, nosso conjunto de dados de volume de pesquisa para esse país também precisou ser omitido do estudo.